Buscar
  • renatarosado3

Culpa para comer?

Atualizado: há 5 dias



Primeiramente, desraizemos (se conveniente e possível for), todos os conceitos e pré conceitos de culpa sob um dos mais nobres atos humanos existentes, o de alimentar-se. Em seguida, questiono sobre o por que da existência da ligação, alimentação x culpa, tão sem sentido e conexão. Longe de mim querer proporcionar uma linha histórica baseada em motivos incoerentes e pouco assertivos. A grande questão relevante seria: o por que da perpetuação da sensação de desprazer durante uma refeição, ao invés da apreciação dos prazeres envoltos, proporcionados pela degustação e ingestão de ingredientes diversos, diferenciados, singulares e históricos?

Partindo do princípio que, transformamos nossas vidas em modelos a serem vividos e contemplados, fácil torna-se a compreensão dos nossos atos. Qual exemplo perenizaria se encontrássemos prazer e felicidade nos mais simples e inocentes movimentos, inerentes à existência humana? O que seriam das próximas gerações, sedentas pela transformação e revolução? Seriam menos felizes, desajustadas e desintegradas? Ou, em uma forma mais otimista, seriam indagadoras, proporcionadoras de metamorfoses e vivências menos fictícias, condizentes com realidade que, muitas vezes, pouco encaramos?

Ilimitadamente, questiono: quem ou o que, na verdade, estamos alimentando?


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo