Buscar
  • renatarosado3

Comer com os olhos

Atualizado: Out 17

A visão é o "mestre dos magos" dos cinco sentidos. Se sinto, inalo, degusto ou ouço, o próximo passo é o da aprovação visual. Em contrapartida, se apenas visualizo algo do meu mais íntimo e profundo interesse, parto para cima, desdenhando completamente o restante das habilidades sensoriais. Humanos, vide manual!

Em se tratando de alimentação, sempre achei o bonito, considerável e o feio, repulsivo. No que diz respeito à minha experiência "restaurateur", iniciei a profissão em um restaurante francês cujo chef, maquinário, produção, execução e apresentação, eram originais franceses. Ou seja, há, aproximadamente, 20 anos, fui instruída a possuir uma visão pra lá de criteriosa em relação aos alimentos e suas respectivas apresentações. Sendo que, este mesmo chef francês que vos falo, casou com uma brasileira, teve um filho brasileiro, e atualmente, apresenta programas cujas receitas são, surpreendentemente, brasileiras. Pasmem: no Brasil!

Já comi coisa feia e gostosa? Sim. Já comi coisa bonita e ruim? Não que me lembre. Eis um paralelismo de difícil compreensão. Há quem se oponha. Respeito. Porém, semelhantemente à realidade em que vivemos, o feio é, inevitavelmente, inóspito. Costumo dizer que, a beleza e o dinheiro possuem o maior índice atual de aprovação e valorização, infelizmente. E o senso de humor, amorosidade, comprometimento, responsabilidade e caráter, características pouco vendáveis.

Apesar das constantes influências externas e internas, recorro, constantemente, ao filtro indagador interior, selecionando as inúmeras opções "escolhi x escolheram para mim".


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo